INSS anuncia demissão importante em cenário de crise 

Nesta terça-feira (28), o Ministério da Economia anunciou a demissão do presidente do Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS), Renato Rodrigues Vieira. O desligamento surgiu em meio a um cenário de crise na Previdência Social. 

INSS anuncia demissão importante em cenário de crise 
INSS anuncia demissão importante em cenário de crise

O presidente foi nomeado logo no início do mandato do presidente Jair Bolsonaro e ficou menos de um ano no cargo. De acordo com o governo, a decisão da saída foi do gestor.

Desde o final do ano passado, o INSS vem enfrentando uma crise na análise dos benefícios do órgão. 

Leia também: Aposentadorias do INSS dão início ao pagamento com valor maior; veja até quando receber

Atualmente, quase 2 milhões de pedidos de pensões e aposentadorias estão na fila de espera para a concessão.

Desse montante, 500 mil estão esperando a entrega de documentos por parte dos segurados. Mas, quase 1,5 milhão está parado por conta de falha no sistema.

O número aumentou mais ainda após a reforma da previdência, pois o sistema precisa ser atualizado com as novas regras.

No dia 10 de janeiro, o então presidente do Instituto, Renato, havia afirmado que a contração de militares da reserva, as medidas de desburocratização, a liberação de analista para o atendimento e a força-tarefa para periciar casos de servidores do INSS afastados, poderiam fazer com que o período de espera diminua.

Segundo afirmou o governo, o prazo para regularizar a situação que o Instituto vive hoje, é de pelo menos seis meses.

Em entrevista ao portal G1, o secretário Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, Rogério Marinho, afirmou que o pedido de demissão foi feito após conversas que foram amadurecidas por cerca de 15 dias. 

“Ano passado foi bastante intenso, esse ano será muito desafiador. O Renato acha que precisa se dedicar a seus projetos, e nós aceitamos sua demissão. Comunicamos ao [ministro da Economia] Paulo Guedes e [ao presidente da República Jair] Bolsonaro, e amanhã haverá consolidação desse ato, com indicação do seu substituto”, declarou.

De acordo com Marinho, a presidência será assumida pelo atual secretário de Previdência, Leonardo Rolim. Porém, ainda não foi definido quem irá substituí-lo no ministério.

Você gostou deste conteúdo? AVALIE:

Avaliação média: 0
Total de Votos: 0

INSS anuncia demissão importante em cenário de crise 

Jheniffer Freitas
Jheniffer Aparecida Corrêa Freitas é formada em Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes. Atuou como assessora de imprensa da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo e da Secretarial Estadual da Saúde de São Paulo. Atualmente, é redatora do portal FDR, produzindo pautas sobre economia popular e finanças.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA