Calendário Bolsa Família: pagamento começou veja até quando pode sacar

Beneficiários devem ficar atentos, pois o calendário do Bolsa Família já começou. A primeira parcela foi liberada nessa segunda-feira (20) e marca o início da liberação dos créditos neste ano. Para receber, é preciso ter o cartão cidadãos em mãos e ir até uma agência da Caixa Econômica Federal.

Calendário Bolsa Família: pagamento começou veja até quando pode sacar
Calendário Bolsa Família: pagamento começou veja até quando pode sacar

Os pagamentos, como de costume, acontecerão mensalmente e a ordem será estabelecida por meio da numeração final do cartão.

Veja também: Corte do Bolsa Família no RS assusta cadastrados no programa

Para consultar a tabela divulgada pelo Ministério da Cidadania, o beneficiário deve ficar atento ao último dígito em seu documento social e consulta-lo na primeira coluna.

Basta seguir a linha em horizontal e vai saber as datas em que receberá ao longo dos próximos 12 meses. O benefício é pago sempre nos dez últimos dias úteis de cada mês.

Calendário Bolsa Família

Valores

Os valores irão variar de acordo com a situação de cada família. Quanto maior a quantidade de dependentes, mais alto será o pagamento.

Crianças recém-nascidas de até seis meses, mulheres gestantes, jovens matriculados em escolas públicas, são algumas das modalidades que recebem auxílios extras.

É válido ressaltar que o prazo limite para o saque é de até 90 dias, após a data liberada no calendário Bolsa Família. Caso contrário o beneficiário poderá perder seu direito ao recebimento.

Ao não usufruir da quantia ofertada, o Ministério da Cidadania subentende que a família cadastrada não está mais precisando do valor e pode desliga-la.

Mudanças previstas para 2020

Graças a ações desenvolvidas pelo governo de Jair Bolsonaro, as mais de 13 milhões de famílias cadastradas poderão receber quantias ainda mais altas.

Desde o fim do ano passado, o presidente vem anunciando medidas para beneficiar a categoria por meio da criação de novos auxílios e aumento de valores.

Sua comissão social está validando um projeto que entre as ideias, sugere o aumento da bolsa base para R$ 100 e R$ 200 (pobreza e extrema pobreza).

Além disso, está se estudando um pagamento extra para os jovens que apresentarem um desempenho escolar acima da média 7 e participarem de olimpíadas esportivas e acadêmicas.

Por fim, Bolsonaro deverá pagar, pela segunda vez, o 13º salário em dezembro. A ação liberada no ano passado movimentou milhões na economia nacional e marcou o início de suas atividades sociais na presidência.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestra em ciências da linguagem pela Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo na mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR, onde já acumula anos de experiência e pesquisas sobre economia popular e direitos sociais.