Seguro desemprego será normalizado e depósitos acontecem a partir de hoje

Depois da demora na entrega dos benefícios do seguro-desemprego, o governo deve liberar para os profissionais o recebimento nesta terça-feira (22) dos valores que têm direito. Os dados foram repassados pela Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia.

Seguro desemprego atrasado deve ser liberado a partir de hoje
Seguro desemprego atrasado deve ser liberado a partir de hoje

De acordo com as informações, os benefícios serão liberados automaticamente para os trabalhadores que solicitaram o seguro desemprego a partir da última segunda-feira (20).

O problema da demora no repasse do seguro tem sido observado desde dezembro. O motivo do bloqueio está relacionado ao saque imediato do FGTS, iniciativa proposta pelo governo federal e liberada no segundo semestre de 2019.

Saiba também: Emprego: concursos públicos em todo o país somam mais de 15 mil vagas abertas

Quando parte do fundo de garantia foi liberado, o governo garantiu que não impediria o acesso a nenhum outro direito do trabalhador. O recebimento foi opcional e pode ser feito até 31 de março, sacando de R$500 a R$998 por conta.

Observado os procedimentos considerados padrão pelo INSS, o benefício é liberado para o trabalhador quando o registro mais recente nas bases de dados do FGTS indica demissão sem justa causa.

Este tipo de consulta é realizada para que possa evitar fraudes e garantir que o empregado que teve dispensa de seu serviço tenha o recebimento do benefício.

Ainda é importante destacar que nas situações de demissão por justa causa ou fim de contrato temporário, o benefício de seguro-desemprego não é entregue. Os pontos são detalhados pela legislação federal.

Ao analisar a situação, o governo pontua que o ocorrido foi verificado nos casos em que o trabalhadores realizaram o procedimento e na base de dados do sistema de concessão do benefício, estava pontuado já o saque imediato. Desta forma, identificando que o empregado não poderia ter acesso ao seguro-desemprego.

Para casos como estes, a orientação dada pelo governo é de entrar com recurso administrativo para tentar contornar a situação e esperar a liberação do benefício.

No entanto, toda essa crise acarretou em problemas e atrasos na entrega do pagamento, podendo levar de dois a três meses para regularizar a situação.

Após entrar com recurso, é possível realizar o acompanhamento através do site do governo ou até mesmo pelo aplicativo disponível para a função, o da Carteira de Trabalho Digital – download que está disponível para os sistemas Andorid e iOS para quem tem smartphones e tablets.

Já aqueles que não entraram com o recurso administrativo, mas tiveram o saque imediato registrado pelo sistema logo após a demissão sem justa causa, o benefício será liberado automaticamente, como garante o Ministério da Economia.

Você gostou deste conteúdo? AVALIE:

Avaliação média: 0
Total de Votos: 0

Seguro desemprego será normalizado e depósitos acontecem a partir de hoje

REDAÇÃO
Cobertura e repercussão de assuntos que impactam o bolso de todos os brasileiros. A redação do FDR.com.br traz diariamente assuntos relevantes de uma forma descomplicada e confiável.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA