IRPF: consulta ao lote residual estará disponível a partir de quarta-feira

Devolução do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) terá início nas próximas semanas. Nessa quarta-feira (8), os contribuintes que regularizaram seus débitos entre os anos de 2008 a 2018 poderão consultar se receberão a restituição no lote residual. O pagamento deverá ser feito a partir do próximo dia 15 e contemplará mais de 185.891 brasileiros que receberão aproximadamente R$ 725 milhões.

IRPF: consulta ao lote residual estará disponível a partir de quarta-feira
IRPF: consulta ao lote residual estará disponível a partir de quarta-feira

Para poder consultar os valores será necessário acessar o portal da Receita Federal e informar os dados pessoais. Além disso, é possível se informar também pelo telefone 146 ou pelo aplicativo da RF, disponível para celulares e tablets com sistemas IOS ou Android.

Leia também: IRPF descontado indevidamente pode ser recuperado; veja como!

Ao fornecer o número do CPF, o contribuinte poderá ter acesso aos dados de seu IRPF, saber se entrou na malha filha ou quais valores irá receber. Além disso, será possível também conferir a prestação de conta efetuada no último ano e se a mesma foi aprovada.

No que diz respeito aos dados de 2019, serão liberados cerca de R$ 518 milhões de restituições, pagos para 131.571 contribuintes.

Desse valor total, R$ 399 milhões referem-se ao quantitativo de contribuintes com prioridade no recebimento dos valores (idosos acima de 80 anos, contribuintes entre 60 e 79 anos, pessoas com alguma deficiência física ou mental ou moléstia grave e aqueles cuja maior fonte de renda seja o magistério).

Malha fina do IRPF

Segundo a Receita Federal, somente em 2019 foram constatadas mais de 700 mil declarações retidas na malha fina. A maioria dos casos estavam relacionados a inconsistências nas informações prestadas, principalmente por omissão de rendimentos dos valores recebidos.

Ao ser detectada a incompatibilidade de dados, a Receita notifica o contribuinte para que ele possa reajustar suas informações. Entretanto, aqueles que desejarem consultar se caíram ou não no processo, podem fazer isso por meio do site da RF.

Para isso, basta acessar a opção estrado do Imposto de Renda e se direcionar ao e-CAC (Centro Virtual de Atendimento). Ao fornecer o código de acesso gerado pela própria página, o contribuinte conseguirá conferir se sua prestação foi aprovada ou não.

Caso detecte erros, deverá reajusta-los e na sequência enviar uma declaração retificadora. Somente após a validação da mesma é que, se tiver direito, terá seu nome retirado da malha fina e receberá suas restituições.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestra em ciências da linguagem pela Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo na mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR, onde já acumula anos de experiência e pesquisas sobre economia popular e direitos sociais.