FGTS: liberado para essa sexta-feira o saque complementar

Atenção para mais um pagamento do FGTS. Nessa sexta-feira, a Caixa Econômica Federal estará liberando o valor extra concedido para os trabalhadores com um saldo de até R$ 998 no fundo de garantia. A medida foi determinada pelo presidente Jair Bolsonaro no começo desse mês e injetará cerca de 10 milhões na economia nacional.

publicidade
FGTS: liberado para essa sexta-feira o saque complementar
FGTS: liberado para essa sexta-feira o saque complementar

O pagamento vai ser realizado nas agências da Caixa Econômica Federal e deve variar de acordo com a situação do assegurado. Aqueles que possuem conta poupança terão os depósitos realizados automaticamente.

Já quem é correntista precisa entrar em contato com a instituição para autorizar o recebimento. Por fim, os que não têm vinculo com o banco devem ir até a sede para poder pegar o dinheiro.

publicidade

Acesse mais: Saldo do FGTS: veja melhor forma de usar dinheiro

Quanto à documentação solicitada para quem for até os guichês de atendimento, é preciso levar o cartão Cidadão. Quem não tiver, deve apresentar a carteira de trabalho e o número do PIS/PASEP.

Segundo a Caixa, espera-se que a grande maioria dos pagamentos sejam efetuados ao longo da próxima semana.

Entretanto, o calendário final para poder ter acesso ao benefício se encerra em março de 2020. Os trabalhadores que não sacarem o dinheiro até o dia 31.03.20 terão o valor retido em seus fundos de garantia.

Sobre o acréscimo no FGTS

Trata-se de uma medida assinada pelo presidente que aumenta o valor do benefício para R$ 998. Têm direito a quantia total aqueles trabalhadores que, até o dia 24 de junho (data de aprovação do saque-imediato), tinham um saldo entre R$ 501 e R$ 998.

Os beneficiários nascidos entre o mês de novembro e dezembro já receberam a parcela de forma única.

publicidade

Porém, por ter sido aprovada posteriormente ao calendário de pagamento, iniciado no mês de setembro, os demais brasileiros nascidos de janeiro a outubro, terão acesso a gratificação agora.

Possibilidade de desconto

É válido ressaltar que o acréscimo ou o pagamento do saque-imediato não resultará em prejuízo para os trabalhadores. Diferentemente do saque-aniversário, a modalidade não influenciará na liberação do FGTS em caso de demissão sem justa causa.

Clique aqui e aperte o botão "Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

Segundo o presidente, trata-se de uma bonificação para que os brasileiros possam ter um fim de ano mais tranqüilo financeiramente.

publicidade

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!