FGTS de R$998 será liberado essa semana; entenda as regras

Nessa sexta-feira (20), a Caixa Econômica Federal dará inicio a mais uma rodada de pagamento do FGTS. Dessa vez, receberá o beneficio aqueles que têm direito a quantia total de R$ 998. O valor será depositado na conta poupança dos assegurados e deve ser retirado presencialmente por aqueles que não têm vínculo com a instituição financeira.

publicidade
FGTS de R$998 será liberado essa semana; entenda as regras
FGTS de R$998 será liberado essa semana; entenda as regras

O acréscimo diz respeito à medida assinada pelo presidente Jair Bolsonaro que aumenta o valor do saque-imediato de R$ 500 para R$ 998. Entretanto, nem todos os assegurados terão acesso à quantia.

Leia também: Saldo do FGTS veja melhor forma de usar dinheiro 

publicidade

Poderá receber o valor extra apenas aqueles que até o dia 24 de junho (data de aprovação da medida) tinha um saldo no fundo de garantia de R$ 501 a R$ 998. Os demais, com renda menor ou maior que o valor informado receberá apenas os R$ 500 previstos pelo benefício.

Quem já sacou o FGTS

Por ter sido aprovada posteriormente a liberação do saque-imediato (iniciada em setembro), os beneficiários que já retiraram a quantia inicial poderão retornar a Caixa Econômica Federal para receber o restante do valor. Nesse caso, R$498.

Os pagamentos aconteceram de forma automática para quem for ligada a instituição e presencialmente, pelos guichês de atendimento, para o trabalhador que não for correntista.

Apenas os nascidos entre novembro e dezembro irão receber a quantia de uma única vez, tendo em vista que seus pagamentos dos R$ 500 aconteceriam agora em dezembro, como previsto no calendário inicial para o dia 18 deste mês.

O prazo final para o saque é até o dia 31 de março e caso não seja realizado o valor voltará para o fundo de garantia dos assegurados.

Segundo a Caixa, espera-se que mais de 10 milhões de pessoas façam o saque complementar ao longo das próximas semanas.

publicidade

Injeção da economia

A aprovação do saque-imediato vem resultando em cenários positivos na economia nacional. Desde o inicio do pagamento, as estatísticas do varejo apresentam índices de crescimento em relação ao ano passado.

Economistas afirmam que ao conceder o pagamento no fim do ano o governo acaba por fomentar as compras natalinas, resultando em bons frutos para o comércio.

Clique aqui e aperte o botão "Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

Além disso, a grana extra também deverá ser utilizada para a quitação de dívidas como IPTU, IPVA, matrícula e material escolar, contas de energia, água e mais.

publicidade

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!