Voltarão para o Bolsa Família R$140 mil de pagamentos indevidos

O governo realizou um pente fino no programa Bolsa Família para que os beneficiários que receberam o dinheiro de forma indevida devolvam aos cofres públicos essa quantia. Com isso devem retornar ao programa R$140 mil recebidos por famílias que não se enquadram nos requisitos do sistema.

Voltarão para o Bolsa Família R$140 mil de pagamentos indevidos
Voltarão para o Bolsa Família R$140 mil de pagamentos indevidos

O Bolsa Família está em vigor há 16 anos no país, já que foi criado no ano de 2003 e desde então vem ajudando as famílias brasileiras.

Atendendo aqueles que se encontram em situação de extrema pobreza e de pobreza no país. Para ajudar essas famílias, o programa realiza o repasse de recursos em dinheiro. 

Saiba também: 13° salário do Bolsa Família continua essa semana

São beneficiadas as famílias de extrema pobreza que vivem com renda mensal de R$ 89,00 e famílias em situação de pobreza, com renda entre 89,01 reais e 178,00 reais mensais.

No estado Nordestino do Piauí, 91 famílias deverão devolver cerca de R$141 mil ao governo, isso por conta de terem recebido o dinheiro de forma ilegal.

Em entrevista à TV Cidade Verde, o coordenador do programa no estado, Roberto Oliveira, afirmou que há famílias que realizam a inscrição mesmo sabendo que não têm direito de receber o benefício.

“Pessoas que mesmo sabendo que não estão dentro do perfil do programa, vão ao CRAS, dão informação falsa, escondem a sua remuneração, escondem algum membro da família que tem uma remuneração”, explicou.

No estado do Piauí, cerca de 444 mil famílias recebem a bolsa. Esses pagamentos injetam na economia brasileira cerca de R$150 milhões a R$ 1 bilhão.

Oliveira alerta ainda que o estado Nordestino realiza constantemente uma checagem nas informações que são fornecidos pelas famílias do programa, para isso é realizado um cruzamento desses dados com o que há disponível em outros bancos.

Dessa forma é possível apontar as fraudes e quais os beneficiários que estão envolvidos nela.

O coordenador ressaltou que apesar de encontrarem alguns fraudadores, esse número é pequeno em relação às famílias que recebem o benefício por precisarem de verdade. O dinheiro do Bolsa Família serve para aumentar a renda e custear os itens básicos de sobrevivência, como remédios, alimentação, roupas, itens escolares e etc. 

Os golpistas que foram descobertos fraudando o programa estão sendo notificados. Ao receber a mensagem, deverão se deslocar até a Receita Federal do Estado para que seja realizada a devolução do dinheiro. Aqueles que não realizarem a regularização ficarão com o CPF negativado.

Você gostou deste conteúdo? AVALIE:

Avaliação média: 0
Total de Votos: 0

Voltarão para o Bolsa Família R$140 mil de pagamentos indevidos

Jheniffer Freitas
Jheniffer Aparecida Corrêa Freitas é formada em Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes. Atuou como assessora de imprensa da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo e da Secretarial Estadual da Saúde de São Paulo. Atualmente, é redatora do portal FDR, produzindo pautas sobre economia popular e finanças.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA