Saque aniversário do FGTS vale a pena? Veja prós e contras

Nova modalidade de saque do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) pode ser aderida por trabalhadores de todo o país. O saque-aniversário oferece a possibilidade de retirar um percentual do saldo de contas ativas e inativas acumulado do fundo anualmente. Mas será que vale a pena?

Saque aniversário do FGTS vale a pena? Conheça prós e contras
Saque aniversário do FGTS vale a pena? Conheça prós e contras

O recebimento vai acontecer sempre no mês correspondente ao seu aniversário. O valor percentual a ser retirado depende dos valores em conta.

Quanto menos dinheiro possuir disponível do FGTS, maior o percentual do saque, que pode variar de 5% até 50% do saldo. E conta ainda com bônus adicional em alguns casos.

Um trabalhador que tem, por exemplo, R$5.350 nas suas contas do fundo de garantia, poderá sacar a partir de 2020 o valor de R$1.720 (R$5.350 x 0,20 + R$650).

Leia também: Limite do FGTS em R$998 vai beneficiar milhares; veja se está na lista

Mas para entender um pouco mais sobre o programa, é preciso pontuar os dados considerados positivos e negativos, tendo em vista a adesão e permanência frente a antiga modalidade. 

Pontos positivos do saque aniversário do FGTS

Saque é opcional: A decisão de retirar ou não o saldo disponível da conta do FGTS anualmente é opcional. Mas para realizá-la é preciso comunicar à Caixa.

Aos que não informarem ao órgão, permanecerão realizando saques apenas nas condições anteriores, sendo elas: para comprar a casa própria, se for demitido sem justa causa, na aposentadoria e etc.

Pode voltar atrás: o trabalhador que adquiriu a nova modalidade, mas não se sentiu realizado poderá fazer a rescisão a qualquer momento. Sendo que a migração só ocorrerá dois anos após a data da adesão ao saque-aniversário. 

O trabalhador, por sua vez, terá direito aos valores depositados na conta do FGTS a partir do fim do período de carência da migração (do 25º mês em diante).

Não há mudanças: Para aqueles que não desejam aderir a nova modalidade, o saldo em conta não terá alterações e será mantido. O trabalhador poderá retirar o valor mediante as hipóteses previstas em leis, como demissão sem justa causa e aposentadoria.

Pontos negativos de sacar o FGTS anualmente 

Não pode sacar todo o dinheiro em conta: o percentual é liberado anualmente e será calculado mediante ao valor disponível em conta. O percentual varia entre 5% a 50%. 

Em caso de demissão: nos casos em que o trabalhador é demitido, não será possível realizar o saque total do valor disponível no fundo, chamado de saque-rescisão. Dessa forma, só será possível o saque de 40% do valor de multa.

O que pode ser considerado um risco, tendo em vista os altos índices de desemprego no país. A falta da garantia de um benefício pode pesar na hora de tomar a decisão.

Nestes casos, para retornar a modalidade antiga é preciso esperar o tempo de carência de dois anos. Mais um ponto que pode ser considerado negativo para os aderentes ao saque-aniversário.

Você gostou deste conteúdo? AVALIE:

Avaliação média: 0
Total de Votos: 0

Saque aniversário do FGTS vale a pena? Veja prós e contras

REDAÇÃO
Cobertura e repercussão de assuntos que impactam o bolso de todos os brasileiros. A redação do FDR.com.br traz diariamente assuntos relevantes de uma forma descomplicada e confiável.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA