Como vai funcionar o saque de R$998 do FGTS

Mais uma rodada de pagamentos do saque-imediato. Na próxima sexta-feira (20), milhares de brasileiros poderão receber o valor de R$998 do FGTS. A medida, aprovada pelo presidente Jair Bolsonaro, permite que os trabalhadores tenham um acréscimo de R$ 498 no benefício.

Como vai funcionar o saque de R$998 do FGTS
Como vai funcionar o saque de R$998 do FGTS

Terão direito de sacar todos aqueles que, até o dia 24 de julho (data de aprovação do saque-imediato) tinham um saldo de até R$ 998 reais em suas contas do fundo de garantia por tempo de serviço.

Entretanto, quem tinha uma quantia inferior a R$ 500 não poderá ser contemplado. O valor necessário para receber o aumento é de R$ 501 a R$ 998 até a data estipulada.

Acesse também: Saque do novo FGTS vai ser antecipado para alguns trabalhadores

O pagamento também será realizado pela Caixa que permitirá que os assegurados façam seus saques até o dia 30 de março de 2020.

Quem já sacou

Mesmo aqueles que já receberam o crédito em conta poderão retirar o restante da quantia. Quem nasceu de janeiro a outubro pode ir retirar o benefício a partir do dia 20. Já os nascidos de novembro e dezembro vão receber o valor de uma única vez a partir do dia 18. de dezembro. Não haverá calendário específico para o funcionamento deste benefício.

Como receber os R$998 do FGTS

Os pagamentos variam de acordo com os registros dos segurados. Quem tiver conta poupança na Caixa terá o deposito feito de forma imediata. Os correntistas autorizar o recebimento na instituição aprovando a transação. E os que não possuem vínculo com o banco devem ir até uma agência para receber nos guichês de atendimento.

Segundo a Caixa, mais de 10 milhões de pessoas deverão fazer o saque complementar ao longo das próxima semanas.

Liberação extra

É importante lembrar que o pagamento do saque-imediato não interfere no valor total do FGTS. Diferentemente do saque-aniversário, a medida é uma gratificação extra, determinada pelo presidente Jair Bolsonaro, que não impede o recebimento em caso de demissão sem justa causa.

Aprovada em julho, a modalidade vem movimentando bilhões na economia nacional e impactando diretamente nas estatísticas do comercio nesse fim de ano. Com o pagamento do valor adicional, espera-se uma injeção financeira ainda maior no varejo ao longo dos próximos dias.

Você gostou deste conteúdo? AVALIE:

Avaliação média: 0
Total de Votos: 0

Como vai funcionar o saque de R$998 do FGTS

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestranda em ciências da linguagem na Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo pela mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA