Malha fina do IR 2019 impede recebimento da restituição

Com a liberação do último lote do Imposto de Renda (IR) divulgado nesta segunda-feira (9), pela Receita Federal, contribuintes que não receberam a restituição ou não constam na lista deste sétimo lote estão na malha fina.

Malha fina do IR 2019 impede recebimento da restituição
Malha fina do IR 2019 impede recebimento da restituição

A situação costuma acontecer quando algum dado foi informado de forma errada ou por meio de omissão de quaisquer informações que deveriam ser prescritas durante a declaração do IR.

A Receita Federal ainda divulgou nesta segunda-feira informações de que mais de 700 mil contribuintes foram pegos nesse filtro. Ou seja, apresentaram inconsistências nos registros apresentados ao leão.

Veja também: Liberada a consulta ao último lote da restituição do Imposto de Renda

A partir do momento que entra na malha fina todas as declarações prestadas pelo contribuinte ficam retidas para correções e verificações de pendências.

A partir disto, há correção de erros. As restituições para estes casos só serão pagas depois que as questões forem resolvidas.

No total, o número de declarações retidas na malha fina representam 2,13% do total de 32.931.145 declarações apresentadas neste ano.

Do geral, 74,9% apresentam imposto a restituir já os outros 22,4% apresentam imposto a pagar e, por fim, 2,7% totalizaram o saldo zero.

Como identificar que está na malha fina

Para sair da malha fina é preciso identificar os erros presentes na sua declaração. O procedimento pode ser realizado acessando o site da Receita Federal e navegando na aba “extrato” do IR no Centro Virtual de Atendimento, o e-CAC.

Depois de identificados os erros, contribuintes devem enviar de volta ao leão as informações com a declaração retificadora. Caso aprovada, ele sairá da malha fina e pode voltar a ter direito ao recebimento da restituição.

A restituição

O procedimento é realizado pela Receita Federal e considera a devolução do valor de imposto pago pelo contribuinte considerando à mais.

Essa quantia é devolvida conforme as deduções fiscais, que são os demonstrativos de gastos do contribuinte. Essas geram uma redução no valor a ser pago de imposto, e são descontadas apenas após a análise do documento de declaração de renda.

Você gostou deste conteúdo? AVALIE:

Avaliação média: 0
Total de Votos: 0

Malha fina do IR 2019 impede recebimento da restituição

REDAÇÃO
Cobertura e repercussão de assuntos que impactam o bolso de todos os brasileiros. A redação do FDR.com.br traz diariamente assuntos relevantes de uma forma descomplicada e confiável.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA