Caixa libera mais um lote do FGTS; entenda como sacar sem ser cliente 

Nesta sexta-feira (6), a Caixa Econômica Federal realiza o pagamento do penúltimo lote do saque imediato do FGTS. Porém alguns trabalhadores que irão receber o FGTS não são clientes do banco, entenda como sacar o seu dinheiro.

Caixa libera mais um lote do FGTS; entenda como sacar sem ser cliente 
Caixa libera mais um lote do FGTS; entenda como sacar sem ser cliente
publicidade

O penúltimo lote pago pela caixa hoje (6), serão para os trabalhadores nascidos nos meses de setembro e outubro. Os beneficiados poderão sacar um valor de até R$500 reais por conta, seja ela ativa ou inativa. 

Apesar do Congresso ter subido o valor do saque para R$998, valor do salário mínimo, essa medida precisa ser sancionada pelo Presidente Jair Bolsonaro até o dia 18 de dezembro.

Caso isso aconteça, a Caixa Econômica Federal vai divulgar um novo calendário para que aqueles que têm disponível no fundo até R$998 possam retornar até as agências a fim de sacar os R$498 restantes. 

Leia também: Saque imediato do FGTS: até quando é possível tirar o dinheiro?

Os trabalhadores que possuem conta no banco tem o seu crédito inserido automaticamente na poupança. Correntistas precisam autorizar o depósito nos canais eletrônicos da rede. 

Já os outros trabalhadores que não possuem conta no banco precisam comparecer presencialmente nas agências, ou terminais de atendimento, para buscar seu dinheiro.

O saque pode ser feito nas lotéricas, para isso é necessário que seja apresentado o CPF e um documento de identificação. Apresentando esses documentos os titulares da conta podem sacar um valor de até R$100.

Agora, se os trabalhadores desejam realizar saque de valores mais altos que R$100, é necessário que os cidadãos apresentem um documento de identificação, com a senha e o cartão cidadão. Esses saques podem ser realizados em lotéricas, autoatendimento, agências e outras correspondentes do banco.

Se o trabalhador não tiver portando o cartão do cidadão, poderá sacar o seu benefício no guichê do banco, para isso, pode apresentar apenas o CPF e carteira de trabalho.

O trabalhador pode realizar a transferência do dinheiro para outros bancos, sem que sejam cobradas taxas. 

Aqueles que optaram pelo saque imediato, poderão retirar a quantia até o dia 31 de março de 2020. Após essa data serão iniciados os saques para os trabalhadores que optaram pela modalidade de saque aniversário.

Caso não realize o saque do FGTS, de caráter opcional, o valor retorna automaticamente para a conta do FGTS, sem prejuízo da rentabilidade do período. Lembrando que fazer uso deste benefício não restringe os direitos trabalhistas do profissional. 

Jheniffer FreitasJheniffer Freitas
Jheniffer Aparecida Corrêa Freitas é formada em Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes. Atuou como assessora de imprensa da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo e da Secretarial Estadual da Saúde de São Paulo. Atualmente, é redatora do portal FDR, produzindo pautas sobre economia popular e finanças.