No mês de dezembro os trabalhadores vão se beneficiar com os últimos pagamentos do FGTS. Ainda faltam quatro novos grupos de trabalhadores. Os saques que serão liberados, são apenas para os trabalhadores que optaram por sacar o FGTS esse ano, com limite de R$500 por conta. 

Quais grupos ainda não sacaram o FGTS? Veja o calendário
Quais grupos ainda não sacaram o FGTS? Veja o calendário

Aqueles trabalhadores que nasceram nos últimos meses do ano, entre setembro e dezembro, deverão ficar atentos, pois a última parcela do FGTS será liberadas para eles. Os saques poderão ser realizados entre os dias 6 a 18 de dezembro. 

Leia também: Como aderir ao saque aniversário do FGTS? Veja aqui!

Calendário para sacar o FGTS

Mês de aniversário  |    Data início do Saque 

  • Janeiro: 18 de outubro de 2019
  • Fevereiro: 25 de outubro de 2019
  • Março: 25 de outubro de 2019
  • Abril: 08 de novembro de 2019
  • Maio: 08 de novembro de 2019
  • Junho: 22 de novembro de 2019
  • Julho: 22 de novembro de 2019
  • Agosto: 29 de novembro de 2019
  • Setembro: 06 de dezembro de 2019
  • Outubro: 06 de dezembro de 2019
  • Novembro: 18 de dezembro de 2019
  • Dezembro: 18 de dezembro de 2019

Já foram pagas outras 8 rodadas desses benefício aos trabalhadores que nasceram nos meses anteriores. Quem perdeu a data, ainda pode comparecer até a Caixa para solicitar o benefício. O saque é opcional e o valor retorna para conta de quem não fez a retirada em 31 de março de 2020. 

O saque imediato, pode ser feito por quem tem conta ativa, emprego atual, ou inativa, emprego anterior.

O governo brasileiro liberou os trabalhadores para que pudessem realizar o saque imediato de todas as suas contas do FGTS, porém a quantia a ser sacada dependerá do saldo disponível.

Depois dessa liberação, uma medida foi adotada para aumentar o valor do saque imediato das contas do FGTS de R$ 500 para R$ 998 reais, que é valor atual do salário mínimo do país. O aumento aguarde sanção do presidente. 

Os trabalhadores que têm conta aberta no banco da Caixa, terão o valor depositado automaticamente em sua conta.

Já os trabalhadores que não têm conta poupança na Caixa, podem sacar o valor de R$ 100 reais em lotéricas ,apresentando apenas o CPF e de um documento de identificação.

Caso o trabalhador queira sacar valores acima de R$ 100 reais, é preciso que ele tenha em mãos o documento de identificação e senha cidadão ou cartão cidadão e senha. Os saques podem ser realizados nas lotéricas, autoatendimento, agências e correspondentes.

Se o trabalhador não possuir o Cartão do Cidadão, ele terá como sacar o dinheiro nos caixas eletrônicos da Caixa utilizando o CPF e a Senha Cidadão. Se deseja o saque pode ser realizado na agência, o trabalhador precisa apresentar documento de identidade com foto, número do CPF e Carteira de Trabalho ou Cartão Cidadão e senha.

Jheniffer Freitas é formada em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes (UMC). É redatora do portal FDR, produzindo pautas sobre economia popular e finanças diariamente.