O Governo Federal anunciou para este ano novas formas de saque dos valores do FGTS-Fundo de Garantia do Tempo de Serviço. Essa medida pode ser uma armadilha para muitos trabalhadores brasileiros.

FGTS: Vale a pena aderir as novas modalidades de saque?
FGTS: Vale a pena aderir as novas modalidades de saque?

FGTS – Fundo de Garantia do Tempo de Serviço

O FGTS foi criado pelo Ministério do Trabalho como forma de proteção para todos os trabalhadores demitidos dos seus empregos, sem justa causa.

Os empregadores fazem o depósito no início de cada mês, de um valor que corresponde 8% do valor do salário do trabalhador. Esse valor fica retido em uma conta aberta na Caixa Econômica Federal.

O valor total dos valores arrecadados do FGTS é de propriedade do trabalhador, e só podem ser sacados em situações de dispensas sem justa causa.

Porém, a partir desse ano o então presidente, Jair Bolsonaro, anunciou novas modalidade de saque desse benefício. Basta cada trabalhador decidir se essas novas modalidades devem ser aderidas ou não.

Novas modalidades de saque do FGTS

A partir de julho deste ano, duas novas formas de saques do FGTS foram criadas pelo Governo Federal.

Um das novas formas, é que agora o trabalhador pode retirar até R$ 500,00, em um prazo que vai de setembro deste ano até março do ano que vem, e dependendo do mês do seu aniversário.

Leia mais: Liberado mais R$498 para saque do FGTS em 2019; veja se tem direito a quantia

A segunda foram de saque ganhou o nome de Saque-Aniversário. Nesse caso, o trabalhador pode fazer saques anuais, com valor limitado ao porcentual do seu saldo total. Essa segunda maneira entrará em vigor a partir de 2020.

Porém, essa segunda maneira de sacar o FGTS, não dá ao trabalhador mais o direito de retirar o valor, em caso de demissão. Se caso o trabalhador se arrepender e quiser cancelar essa modalidade, ele terá que uma carência de dois anos.

É importante cada trabalhador levar em conta a sua condição financeira atual, antes de decidir como e quando sacar o seu FGTS.

Vale a pena aderir as novas modalidades de saque?

Com essas novidades lançadas pelo Governo, muitos estão com dúvidas se devem ou não aderir essas novas modalidades de saque do FGTS.

É importante analisar alguns fatores, como:

Trabalhadores que querem investir o valor do FGTS

Para aqueles trabalhadores que estão pensando em investir o valor do FGTS, é interessante que pensem em investir esse valor em locais onde os rendimentos são maiores, como ações e poupanças, por exemplo.

Para os trabalhadores que vão fazer os saques anuais para investimentos, essa modalidade de Saque-Aniversário, é um bom negócio, desde que realmente esses valores sejam depositados anualmente.

Trabalhadores que possuem dívidas

O Saque-Aniversário é ideal para aqueles que possuem dívidas e que possam quita-las integralmente com o valor do FGTS.

Se o valor sacado pagar apenas parte da dívida, esse saque passa a ser uma péssima opção, pois ele não livrará o trabalhador de pagar os juros daquela divida.

Trabalhadores que estão próximos da aposentadoria

Para aqueles que estão próximos da aposentadoria, essas modalidades não são boas opções. A melhor opção é aguardar a aposentadoria e sacar o valor total do FGTS.

O valor do benefício em conta, permanece rendendo juros, e na hora do saque integral, o valor será maior.

Trabalhadores novos

Aqueles que acabaram de entrar no mercado de trabalho e não possuem altos valores do FGTS, pode se beneficiar do Saque-Aniversário.

Leia mais: Calendário do FGTS: veja quais as datas de pagamento

Esse saque pode ajudar o trabalhador a quitar dividas e sanar outras despesas. Porém, a recomendação ideal, ainda é que os trabalhadores retirem os valores do FGTS e invistam em locais mais rentáveis.

Calendário do FGTS Saque-Aniversário

Muitos brasileiros gostaram das novas modalidades de saque do FGTS, e já estão se programando para efetuarem os saques.

O Governo Federal já disponibilizou as datas para que os saques possam ser realizados.

Mês de nascimento Período do saque
Janeiro e fevereiro de abril a junho de 2020
Março e abril de maio a julho de 2020
Maio e junho de junho a agosto de 2020
Julho de julho a setembro de 2020
Agosto de agosto a outubro de 2020
Setembro de setembro a novembro de 2020
Outubro de outubro a dezembro de 2020
Novembro de novembro de 2020 a janeiro de 2021
Dezembro de dezembro de 2020 a fevereiro de 2021

 

Os valores dos saques vão depender dos valores em conta. O Governo liberou apenas porcentuais limites de cada valor do FGTS.

Limites das faixas de saldo (em R$) Alíquota Parcela adicional (em R$)
até 500,00 50%
de 500,01 até 1.000,00 40% 50,00
de 1.000,01 até 5.000,00 30% 150,00
de 5.000,01 até 10.000,00 20% 650,00
de 10.000,01 até 15.000,00 15% 1.150,00
de 15.000,01 até 20.000,00 10% 1.900,00
acima de 20.000,01 5% 2.900,00

 

É muito importante todos os trabalhadores brasileiros analisarem as suas finanças. Existem casos em que as novas modalidades de saque valem a pena, mas em alguns casos não.

Cabe a cada um decidir o que for melhor para a família.

Para maiores informações sobre as novas modalidades de saques do FGTS, o site da Caixa Econômica Federal, está disponível para eventuais dúvidas e reclamações.

Cobertura e repercussão de assuntos que impactam o bolso de todos os brasileiros. A redação do FDR.com.br traz diariamente assuntos relevantes de uma forma descomplicada e confiável.