O governo já liberou os saques do FGTS de até R$500 por conta para os trabalhadores. Aqueles que possuem conta no banco Caixa Econômica Federal recebem o crédito automaticamente. Já os não correntistas precisam ir até o banco para retirar a quantia.

FGTS para não correntistas da Caixa: entenda como sacar
FGTS para não correntistas da Caixa: entenda como sacar

Os saques do FGTS, tiveram início no mês de setembro, para os trabalhadores que são correntistas do banco.

O banco decidiu antecipar o calendário para os trabalhadores que não são correntistas sacarem o seu dinheiro ainda esse ano. O calendário anterior previa que trabalhadores nascidos de julho a dezembro só fariam os saques no próximo ano, 2020.

Leia também: Liberação do FGTS cria expectativa de aumento no PIB

Calendário para quem não tem conta poupança na Caixa:

  • Aniversário em janeiro: saque a partir de 18/10/2019
  • Aniversário em fevereiro e março: saque a partir de 25/10/2019
  • Aniversário em abril e maio: saque a partir de 08/11/2019
  • Aniversário em junho e julho: saque a partir de 22/11/2019
  • Aniversário em agosto: saque a partir de 29/11/2019
  • Aniversário em setembro e outubro: saque a partir de 6/12/2019
  • Aniversário em novembro e dezembro: saque a partir de 18/12/2019

Os não correntistas do banco Caixa podem realizar o saque de alguns valores, e em locais específicos.

O saque de valores de até R$100, pode ser feito em lotéricas, desde que o trabalhador apresente o CPF e um documento de identificação.

Já valores de até R$500, podem ser feitos nas lotéricas ou correspondentes Caixa Aqui, o trabalhador deve comparecer com documento de identificação e Senha Cidadão ou Cartão Cidadão e senha.

Caso o trabalhador não possua o Cartão do Cidadão, poderá sacar nos caixas eletrônicos da Caixa utilizando o CPF e a Senha Cidadão.

Em caso de saque na agência, deve apresentar documento de identidade com foto, número do CPF ou Cartão Cidadão e senha.

Os trabalhadores podem realizar a transferência do dinheiro para outros bancos, a Caixa não cobrará tarifa quando o trabalhador optar por transferir o valor do saque para outras instituições financeiras.

Os saques podem ser feitos de contas ativa ou inativas. O valor vai estar disponível para retirada até o dia 31 de março de 2020.

Porém, vale lembrar que o recebimento do FGTS não é obrigatório. Caso o trabalhador não fizer a retirada, o dinheiro permanece no fundo, ganhando rentabilidade na conta.

Jheniffer Freitas é formada em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes (UMC). É redatora do portal FDR, produzindo pautas sobre economia popular e finanças diariamente.