FGTS: nascidos em junho e julho recebem a partir de hoje (22) R$500 do fundo

Nessa sexta-feira (22), os brasileiros nascidos entre os meses de junho e julho poderão sacar a nova modalidade do FGTS. Intitulado de ‘saque-imediato’, o benefício é destinado para todos os brasileiros que trabalham ou trabalharam com carteira assinada.

FGTS: nascidos em junho e julho recebem a partir de hoje (22) R$500 do fundo
FGTS: nascidos em junho e julho recebem a partir de hoje (22) R$500 do fundo

Essa é a 7ª rodada de pagamento, que teve inicio durante o mês de setembro. Graças a funcionalidade das plataformas digitais da Caixa Econômica, responsável por desafogar o fluxo de pessoas nas agências, o saque foi antecipado e deverá ser pago para todos até o mês de dezembro.

A principio, a liberação do auxílio estava prevista apenas para 2020, entretanto já foram pagos mais de R$ 18,9 bilhões para cerca de 44 milhões de brasileiros.

Leia também: Saque aniversário do FGTS: 823 mil trabalhadores já aderiram à modalidade

Segundo os dados do governo, cerca de 46% dos 96 milhões de contemplados já sacaram aproximadamente 47% dos R$ 40 bilhões previstos para a ação.

O que é preciso para retirar o FGTS?

Os protocolos de pagamento variam de acordo com a situação do beneficiário. Aqueles que possuem conta-poupança na Caixa Econômica Federal recebem o valor de forma automática. Já quem tem conta corrente precisa ir até uma agência autorizar o deposito.

Por fim, os que não possuem vínculo com a Caixa devem apresentar a documentação de identificação pessoal nos guichês de atendimento para poder receber a quantia.

Reajuste no valor

Apesar do saque está sendo feito desde setembro, nas últimas semanas houve um reajuste de valor que resultará em um novo chamado. A quantia de R$ 500 foi aumentada para R$ 998 graças a uma medida provisória autorizada pelo presidente Jair Bolsonaro.

Os trabalhadores que até o mês de junho (época em que foi aceito o saque-imediatado) tinham R$ 998 em suas contas do FGTS poderão receber a quantia total, equivalente ao salário mínimo.

Já quem tinha uma renda acima desse valor, continuará sendo contemplado com os R$ 500 pagos inicialmente. Segundo a Caixa, nas próximas semanas será divulgado o novo calendário para que os trabalhadores que receberam os R$ 500 possam sacar os R$ 498 restantes.

 

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestranda em ciências da linguagem na Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo pela mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR, onde já acumula anos de experiência e pesquisas sobre economia popular e direitos sociais.