Saque do FGTS e 13° do Bolsa Família vão injetar R$14 bi na economia do país

A economia brasileira ganhou uma grande movimentação nesse fim de ano. Graças a liberação dos auxílios sociais, como o saque-imediato do FGTS e o 13ª salário do Bolsa Família, o mercado vem aumentando suas taxas de venda. Segundo os economistas, o natal dos trabalhadores será mais vasto do que o do ano passado, tendo em vista os valores extras concedidos em seus orçamentos.

Saque do FGTS e 13° do Bolsa Família vão injetar R$14 bi na economia do país
Saque do FGTS e 13° do Bolsa Família vão injetar R$14 bi na economia do país

Saque-imediato do FGTS

Somente com a antecipação do saque de R$ 500, do FGTS, foram injetados 12 bilhões nas mãos dos brasileiros em 2019. O número, entretanto, ainda sofrerá um acréscimo devido à medida provisória que autorizou um reajuste para R$ 998. Espera-se que nas próximas semanas a Caixa realize uma nova convocação para que quem já retirou o dinheiro possa pegar a quantia restante.

Leia também: Saque aniversário do FGTS: 823 mil trabalhadores já aderiram à modalidade

13º salário do Bolsa Família

Já no Bolsa Família, a partir de dezembro, os cadastrados receberão o 13º salário. O valor varia de acordo com a classificação e realidade de cada beneficiário. Número de familiares, faixa etária e classificação econômica são alguns dos pontos para a definição do cálculo. Segundo dados do Ministério da Cidadania, serão pagos cerca de R$ 2,5 bilhões.

PIS/Pasep

Por fim, ainda haverá uma injeção adicional por meio do PIS/Pasep. O pagamento, já previsto para este ano, tende a somar com o FGTS uma média de R$ 30 bilhões. Afolso Sachsida, secretário de Política Econômica do Ministério da Economia, afirmou que a liberação de tais benefícios proporcionará um natal melhor para milhares de brasileiros.

Ele reforçou que a antecipação e acréscimo do FGTS tem um pano de fundo estrutural a longo prazo. Em sua fala, pontuou que só foi possível conceder o pagamento antes do previsto porque a Caixa viabilizou o atendimento aos trabalhadores. As plataformas digitais otimizaram os serviços, desobstruindo o fluxo nas agências espalhadas por todo o país.

Por causa da antecipação do pagamento, 81% dos trabalhadores terão suas contas do FGTS zeradas ainda este ano. Aqueles que não quiserem retirar o benefício em 2019 terão até 31 de março de 2020 para recebê-lo. O saque é opcional e retorna ao fundo dos que não fizerem a retirada.

Você gostou deste conteúdo? AVALIE:

Avaliação média: 0
Total de Votos: 0

Saque do FGTS e 13° do Bolsa Família vão injetar R$14 bi na economia do país

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestranda em ciências da linguagem na Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo pela mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA