ANÚNCIO

Muito se fala de contribuição para o INSS para se aposentar, porém, todos pensam que apenas as empresas podem pagar o INSS do empregado, mas não é bem assim. Pessoas como as donas de casa também podem contribuir e ter direito a se aposentar.

Donas de casa podem contribuir ao INSS? Veja! 
Donas de casa podem contribuir ao INSS? Veja! 
ANÚNCIO

As donas de casa podem não ter carteira assinada, mas trabalham muito a vida toda. E elas têm direito a aposentadoria do INSS, mesmo que tenham passado boa parte da vida sem realizar a contribuição.

Saiba também: Pente fino do INSS: quem serão os convocados?

Existem duas modalidades para contribuição: destinado a dona de casa de baixa renda e a dona de casa que não é baixa renda.

A dona de casa de baixa renda pode pagar 5% do salário mínimo, que hoje representa o valor de R$49,90 reais.

Com isso a dona de casa tem direito aos seguintes benefícios da Previdência Social:

  • Aposentadoria por idade (mulher aos 60 anos e homem aos 65);
  • Aposentadoria por invalidez;
  • Auxílio-doença;
  • Salário-maternidade;
  • Pensão por morte;
  • Auxílio-reclusão.

Não tem direito à aposentadoria por tempo de contribuição. Para ser considerada de baixa renda a renda familiar deve ter rendimento mensal menor que dois salários mínimos. E para pagar o INSS sobre 5% do salário mínimo é preciso ter inscrição no Cadastro Único, para programas sociais do governo federal.

Para fazer a inscrição no Cadastro Único é necessário ir a um Centro de Referência e Assistência Social (CRAS) ou na Prefeitura do município em que mora. A realização do cadastro é gratuita.

Já as donas de casa que não são baixa renda podem contribuir para a Previdência Social como facultativa. O valor da contribuição como segurada facultativa pode ser de 11% ou 20%.

Se for 11% será sob um salário mínimo e terá direito a aposentadoria por idade. Se optar por recolher sob 20%, o salário de contribuição varia entre um salário mínimo e o teto máximo de recolhimento e neste caso poderá se aposentar com valor maior que o salário mínimo.

O tempo de contribuição varia de acordo com o benefício. O pedido de aposentadoria pode ser feito nas agências do INSS ou pelo Meu INSS. Para realiza-la basta ter em mãos o CPF, caso não tenha o PIS ou NIT.

Jheniffer Aparecida Corrêa Freitas, formada em Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes, atuou como assessora de imprensa da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo e da Secretarial Estadual da Saúde de São Paulo. Atualmente, é redatora do portal FDR, produzindo pautas sobre economia popular e finanças.