Mensalmente os beneficiários do programa Bolsa Família recebem o pagamento do seu benefício. Mais uma remessa do crédito se inicia essa semana conforme o calendário do Bolsa Família disponibilizado em seu site e aplicativo.

Calendário Bolsa Família faz pagamentos essa semana; consulte as datas
Calendário Bolsa Família faz pagamentos essa semana; consulte as datas

O Bolsa Família surgiu da unificação de outras bolsas criadas pelo governo. A primeira, Bolsa Escola criada no mês de abril de 2001, a segunda a Bolsa Alimentação, criada em setembro de 2001 e o auxílio gás, criado em janeiro de 2002.

Leia também: Bloqueio do Bolsa Família pode ser revertido; saiba como fazer

Da junção desses programas surgiu o Bolsa Família, entrando em vigor no ano de 2003 e está até hoje presente no país.

O Bolsa é um programa de transferência direta de renda que beneficia famílias em situação de pobreza e extrema pobreza em todo o Brasil.

O valor recebido é o mesmo do benefício mensal que já é pago para a família, variando de acordo com a composição do grupo familiar. O mínimo é de R$89.00 por pessoa, depois são adicionados valores com base no número de crianças, jovens, gestantes e etc.

Os dias para a realização do pagamento variam de acordo com o último digito do Número de Identificação Social (NIS), que também é chamado de PIS ou NIT, seguindo o calendário do Bolsa Família:

Para acompanhar o dia de saque basta verificar qual o último dígito da numeração impressa no cartão de recebimento. Este é o número final do NIS, em seguida o usuário deve acompanhar a linha do dígito e o mês de vigência. Como o exemplo destacado com o 4.

Os pagamentos começarão a ser realizados do dia 18 de novembro e vão até o dia 29 do mesmo mês. O benefício é pago de forma escalonada. Os benefícios ficam disponíveis para a realização do saque durante 90 dias.

O programa atende famílias que vivem em situação de extrema pobreza, com renda mensal de R$ 89,00 e famílias em situação de pobreza, com renda entre 89,01 reais e 178,00 reais mensais por pessoas e que tenham integrantes gestantes, crianças ou adolescentes na família.

Em setembro, 13,5 milhões de famílias foram atendidas a um custo de R$ 2,5 bilhões. O benefício médio registrado pelo governo foi de R$ 189,21 reais.

Os interessados em se cadastrar no programa Bolsa Família, devem se inscrever no Cadastro Único para Programa Sociais do Governo Federal, no Centro de Referência de Assistência Social (Cras) ou na gestão municipal responsável pelo projeto.

No próximo mês, dezembro, as famílias cadastradas no programa receberão o pagamento do 13º salário, que foi aprovado esse ano pelo governo. Porém essa é uma medida válida apenas para 2019 e nos próximos anos deverá ser aprovado novamente pela presidência.

Jheniffer Freitas é formada em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes (UMC). É redatora do portal FDR, produzindo pautas sobre economia popular e finanças diariamente.