A Crefisa realiza empréstimo para os clientes que estão negativados, mas estão em busca de crédito. O empréstimo consignado, trata-se do crédito concedido a servidores públicos, aposentados e pensionistas do INSS, trabalhadores que tem saldo em conta no FGTS  e funcionários de empresas privadas conveniadas a instituições financeiras.

Empréstimo Crefisa: vale a pena entrar no consignado?
Empréstimo Crefisa: vale a pena entrar no consignado?

 

A modalidade de crédito consignado traz uma das taxas mais baratas do mercado e as parcelas são descontadas diretamente na folha de pagamento do titular do empréstimo, seja contracheque ou benefício.

Leia também: Cartão de crédito Digio: conheça opção sem cobrança de anuidade

A Crefisa é uma instituição financeira que tem mais de 50 anos de atuação no mercado. É conhecida por oferecer crédito as pessoas com nome negativado.

A instituição é especializa em empréstimo pessoal para funcionários públicos, funcionários privados, aposentados e pensionista do INSS.

O empréstimo funciona da seguinte forma, a financeira empresta o dinheiro para o cliente e coloca as parcelas como débito em conta no dia do pagamento do mesmo, ou seja, no dia do pagamento do seu benefício ou salário, já é descontado o valor automaticamente.

Os juros cobrados pela Crefisa são maiores do que outras empresas, eles chegam a cobrar 21,72% de juros ao mês, somando 957,55% ao ano. No caso dos negativados a taxa de juros é ainda maior.

Caso o cliente queira fazer uma simulação do crédito, não é possível realiza-lo pela internet. É necessário ir até uma de suas lojas físicas, mais de 1.000 espalhadas pelo país, que funcionam de segunda a sábado.

Enquanto outros agentes financeiros permitem a simulação e contratação de crédito de forma online, na Crefisa tudo isso só pode ser feito caso o cliente vá até um posto de atendimento. Na realização do cadastro não é cobrada nenhuma tarifa.

Para a realização do empréstimo é necessário levar RG e CPF originais, comprovante de residência, dois últimos comprovantes de rendimentos originais e dois últimos extratos bancários, com crédito do último salário.

Na análise de crédito, normalmente é verificada a renda mensal, capacidade de pagamento e apontamentos cadastrais no CPF. Por isso, as condições e documentação exigida podem variar de acordo com a modalidade de crédito contratada.

O perfil do cliente vai para análise e caso seja aprovado, o dinheiro será liberado em 24 horas.