O saldo total do FGTS que o trabalhador tem disponível em conta vai indicar quanto ele pode receber no saque imediato, pago em 2019. E quanto será possível sacar todos os anos, a partir de 2020 com a liberação do saque aniversário. As duas modalidades dependem do saldo atual da conta.

Saldo total da sua conta do FGTS pode aumentar valor do saque
Saldo total da sua conta do FGTS pode aumentar valor do saque

Desde setembro de 2019 todos os trabalhadores que têm disponível na sua conta do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) mais que R$0,10 podem retirar uma parte da quantia. O fundo de garantia funciona como uma poupança, mensalmente é debitado do salário bruto do funcionário uma alíquota revertida para o FGTS.

Leia também: Valor do FGTS: relator propõe aumentar limite de saque para R$998

Caso o trabalhador seja demitido sem justa causa ele recebe o valor total da conta, mais uma multa contratual de 40% paga pelo empregador. Para receber uma parte do benefício os interessados devem comparecer até a Caixa Econômica Federal, conforme o calendário de saques.

Para esse ano, foram liberados até R$500 por conta, seja ativa ou inativa. Isso quer dizer que quem possui mais de uma conta com valor que ultrapasse R$500, poderá receber um pagamento ainda maior. Por exemplo, se na conta inativa há disponível R$580 e na conta ativa R$1.500, o beneficiado vai somar R$500 de cada conta e poderá receber R$1.000.

Confira o calendário para retirar o FGTS em 2019:

  • Nascidos em janeiro: já podem sacar;
  • Nascidos em fevereiro e março: iniciaram o recebimento a partir de 25/10/2019;
  • Nascidos em abril e maio: recebem a partir de 8/11/2019;
  • Nascidos em junho e julho: recebem a partir de 22/11/2019;
  • Nascidos em agosto: recebem a partir de 29/11/2019;
  • Nascidos em setembro e outubro: recebem a partir de 6/12/2019;
  • Nascidos em novembro e dezembro: recebem a partir de 18/12/2019.

Enquanto isso, o saque aniversário é diferente. Nesse caso, a quantia a ser recebido pelo trabalhador vai depender de uma alíquota aplicada sobre o saldo total mais uma parcela extra. A quantia poderá ser recebida todos os anos, e não uma única vez como aconteceu com o saque imediato.

Quem quiser aderir a esse modalidade deve indicar sua preferência no aplicativo da Caixa, aplicativo FGTS ou diretamente em uma agência. A tabela com o cálculo sobre os valores disponíveis em conta ficou assim:

Um trabalhador que, por exemplo, tem em conta R$8.356,00 e aderir ao saque anual, poderá sacar todos os anos algo em torno de R$2.321,20. Esse valor pode crescer caso o titular da conta permaneça empregado, já que o número de depósitos aumentará e por consequência o saldo total também.