Além da carteira de trabalho impressa, agora os brasileiros poderão apresentar a carteira de trabalho digital. A novidade tem como objetivo assegurar facilidades para trabalhadores e empregados, com redução da burocracia e custos. Em caso de contratação, por exemplo, o empregado poderá oficializar seu contrato apenas informando o número de seu CPF, gerando seu registro digital de forma automática.

Carteira de Trabalho Digital: Quais são as principais mudanças?
Carteira de Trabalho Digital: Quais são as principais mudanças?

A decisão deve gerar economia de R$ 888 milhões, segundo estimativas da Secretaria de Governo Digital do Ministério da Economia, que coordena a transformação digital no governo federal. A estimativa de economia para os usuários é de aproximadamente R$ 739 milhões, enquanto para o governo é de R$ 149 milhões.

Outra facilidade é que em vez de esperar 17 dias, desde a solicitação até a obtenção da carteira, em média, o cidadão passa a ter acesso ao documento em apenas um dia. A cada ano, cerca de cinco milhões de carteiras de trabalho são solicitadas no país.

Leia mais: Pagamento de auxílio-doença poderá ser responsabilidade das empresas

Prevista na Lei da Liberdade Econômica, sancionada na sexta-feira (20/9), a Carteira Digital é disciplinada pela Portaria nº 1.065, da Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, publicada na edição de hoje (24/9) do Diário Oficial da União (DOU).

O documento digital está previamente emitido para todos os brasileiros e estrangeiros que estejam registrados no Cadastro de Pessoa Física (CPF). No entanto, cada trabalhador terá de habilitar o documento, com a criação de uma conta de acesso no endereço www.gov.br/trabalho.

Como baixar o aplicativo da Carteira de Trabalho Digital?

Para baixar o aplicativo basta acessar a loja do seu celular, disponível tanto para IOS quanto para Adroid, e buscar pelo “CTPS Digital”. Esteja atento para programa similares, pois os mesmos podem representar fraudes e ameaças que visam utilizar seus dados.

Como acessar a Carteira de Trabalho Digital?

Para acesso, é preciso ter a senha do Cidadão BR, disponibilizada no próprio aplicativo. Basta informar os dados, sendo estes: CPF, nome, data de nascimento, nome da mãe, local de nascimento e nacionalidade. Na sequência, insira o código informado na tela e autorize o processamento da versão digital.

Todos os dados fornecidos serão verificados através do Cadastro Nacional de Informações Sociais (CNIS). Em caso de incompletabilidade a ação será bloqueada, solicitando um formulário com perguntas sobre seu histórico laboral. Após as respostas, será enviado uma senha temporária que deve ser trocada de forma imediata assim que realizar o login. Em caso de dúvidas ou problemas, entrar em contato com a central 135 para resolução.