Reforma da Previdência deve diminuir o valor da aposentadoria por invalidez do INSS. Como fica a aposentadoria por invalidez pela atual proposta de Reforma da Previdência?

Resposta:
“A pessoa que tem incapacidade total para o trabalho insuscetível de
recuperação vai poder se aposentar por invalidez, só que o valor aposentadoria,
se ela não é acidentária, muda. Hoje a aposentadoria por invalidez é 100% da
média e não incide o fator previdenciário.
Pela PEC, o cálculo é exatamente o mesmo para todas as modalidades de
aposentadoria, ou seja: o aposentado recebe 60% da média se tiver 20 anos de
contribuição, e esse valor vai aumentando 2% ao ano até chegar a 100% com 40
anos de contribuição.

Redução de 40% no benefício

Então vamos imaginar que eu tenho um segurado
que tenha 10 anos de contribuição, sofreu um acidente, ficou inválido e se
aposentou por invalidez, ele vai pegar 60% da sua média após a aprovação da
PEC.
Se fosse pelas regras atuais, supondo que ele tivesse um benefício de R$ 3.000,
ele receberia 100% desse valor. Mas, pelas regras da PEC, ele receberia 60%
dessa média, ou seja, R$ 1.800.
Ele vai ter uma redução de 40% do valor do seu benefício, porque ele só tem 10
anos de contribuição. A única chance de ele ter 100% é se o benefício dele for
por acidente do trabalho.”

E se ele morrer, como fica a pensão por morte da viúva?

Resposta: “Vai piorar ainda mais a situação. Vamos imaginar que esse segurado, ao se aposentar, tinha como média R$ 3.000. Como ele se aposentou por invalidez com 10 anos de contribuição, ele pega 60% da média. Ou seja, sua aposentadoria por invalidez vai ser R$ 1.800 (equivalente a 60% de R$ 3.000). Aí ele ficou afastado e morreu. Quando ele morrer, sua esposa (supondo que fosse apenas essa dependente) irá receber 60% desses R$ 1.800, ou seja, R$ 1.080. Essa é a realidade, é isso que está na PEC. Então aquela pessoa que pela regra atual teria direito a receber R$ 3.000, e sua viúvamanteria esse mesmo valor de pensão, depois da PEC vai receber R$ 1.800 e sua viúva R$ 1.080. E dependendo da idade dela só por um período. Se ela tiver 20 anos, por exemplo, vai receber por 3 anos.” Fonte R7