Durante a tarde desta terça-feira (24), a Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público da Câmara dos Deputados se reúne em audiência pública para discutir as metas e os prazos de atendimento dos serviços prestados pelo INSS. O Instituto é o responsável por realizar a concessão de direitos previdenciários e trabalhistas como aposentadoria, auxílio doença e pensão por morte.

Foi criada uma resolução pelo órgão público estabelecendo a Estratégia Nacional de Atendimento Tempestivo, considerando tempestivo a análise de requerimento concluída em prazo igual ou inferior a 45 dias, sem incluir os casos em que há pendências do próprio segurado.

De acordo com o portal de notícias da Câmara dos Deputados, a estratégia tem como propósito “conferir os meios necessários à otimização da gestão, aumento da produtividade e da eficiência na análise e conclusão dos requerimentos de reconhecimento inicial de direitos.”

Segundo informou o deputado Carlos Veras (PT-PE) todos os meses são realizadas aproximadamente 1 milhão de solicitações de benefícios no Instituto. A ideia é discutir formas para que esse meta seja ultrapassada, o deputado justifica o ato como uma maneira de não causa estresse nos segurados e no setor administrativo das agências.

A partir das 14 horas estarão reunidos na audiência, os parlamentares, o presidente do INSS, Renato Rodrigues Vieira, representantes da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Seguridade Social (CNTSS) e relacionados da classe.