A partir dessa sexta-feira (13) os trabalhadores com conta poupança na Caixa Econômica Federal poderão sacar até R$ 500 de suas contas do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS), sejam ativas ou inativas. A proposta faz parte de uma Medida Provisória (MP) divulgada pelo governo federal em julho, e que permite a liberação fracionada do fundo a fim de aquecer a economia do país. Quem optar por essa modalidade não perde o direito ao saque total do benefício em caso de demissão sem justa causa.

O início do calendário vale para quem abriu uma conta poupança na rede até o dia 24 de julho, e para os trabalhadores com conta corrente que notificaram o desejo em iniciar o recebimento até 25 de agosto. Os demais beneficiados, tanto os correntistas que perderam o prazo de aviso como aqueles sem vínculo com a Caixa, iniciarão os saques a partir do dia 18 de outubro.

A princípio a ideia é que cada titular do FGTS receba até R$ 500, uma forma de atender as necessidades básicas dos brasileiros e de não atrapalhar a demanda de funcionamento da rede bancária. No entanto, quem tem mais de uma conta tem a possibilidade de sacar valor maior que o limite, dentro do saldo disponível. Por exemplo, titular com três contas em que cada uma possui valor superior a R$ 500 pode retirar o mínimo somando R$ 1.500.

Para saber quanto está disponível no fundo, que pode ser menor do que a quantia definida para saque, é necessário baixar o aplicativo FGTS, ou acessar o site da Caixa. Inserindo o número do NIS e criando uma senha, o sistema vai disponibilizar todo o histórico de depósitos e o valor total, tanto para as contas ativas como inativas.

Os saques podem ser feitos com o Cartão Cidadão nos terminais de atendimento eletrônico, quem não tem a senha cadastrada deve comparecer até o guichê dentro das agências. As casas lotéricas estão liberadas a fazer o pagamento de R$100 com apresentação de documento original com foto, e de R$ 500 utilizando o cartão do banco.

Veja quando será possível retirar o valor do fundo de garantia, conforme sua condição na Caixa:

CALENDÁRIO PARA POUPADORES E CORRENTISTAS AUTORIZADOS:

  • Nascidos em janeiro, fevereiro, março e abril: saque a partir de 13/09/2019 até 31/3/2020;
  • Nascidos em maio, junho, julho e agosto: saque a partir de 27/09/2019 até 31/3/2020;
  • Nascidos em setembro, outubro, novembro e dezembro: saque a partir de 09/10/2019 até 31/3/2020.

CALENDÁRIO PARA OS DEMAIS TRABALHADORES:

  • Nascidos em janeiro: a partir de 18/10/2019 até 31/3/2020;
  • Nascidos em fevereiro: a partir de 25/10/2019 até 31/3/2020;
  • Nascidos em março: a partir de 08/11/2019 até 31/3/2020;
  • Nascidos em abril: a partir de 22/11/2019 até 31/3/2020;
  • Nascidos em maio: a partir de 06/12/2019 até 31/3/2020;
  • Nascidos em junho: a partir de 18/12/2019 até 31/3/2020;
  • Nascidos em julho: a partir de 10/01/2020 até 31/3/2020;
  • Nascidos em agosto: a partir de 17/01/2020 até 31/3/2020;
  • Nascidos em setembro: a partir de 24/01/2020 até 31/3/2020;
  • Nascidos em outubro: a partir de 07/02/2020 até 31/3/2020;
  • Nascidos em novembro: a partir de 14/02/2020 até 31/3/2020;
  • Nascidos em dezembro: a partir de 06/03/2020 até 31/3/2020.

O recebimento fracionado do fundo de garantia é opcional, quem não quiser sacar o valor pode acessar o site da Caixa, aplicativo FGTS e internet banking notificando o interesse em deixar o dinheiro reservado até 30 de abril de 2020.