No dia 30 de agosto deste ano, o Banco Inter chegou a marca de 3 milhões de clientes. Podendo alcançar a posição de número 6 no ranking dos maiores bancos digitais do país, aqueles que trabalham no oferecimento de serviços e atendimento de maneira online por meio do seu aplicativo. Outro feito foi seu desempenho na bolsa de valores, em um ano os papéis foram valorizados em 447,54%, a bolsa brasileira com maior destaque neste período.

A próxima novidade do grupo está prevista para outubro quando o seu sistema de marketplace deve ser lançado. A ideia é vincular ao aplicativo ferramentas de compras de produtos e serviços financeiros e não financeiros, oferecendo por exemplo, a opção de compra online em departamentos pessoais, drogarias, turismo e mais.

O objetivo é tornar a rede um Super App, para isso a companhia recebeu um forte investimento do SoftBank de R$800 milhões. E em julho capitalizou R$1,25 bilhão em uma oferta secundária da empresa. O CEO do banco, João Vitor Menin, disse que essa parceria surgiu principalmente pelo interesse em criar novas relações no mercado.

“Nosso objetivo com a oferta não era apenas captar o investimento financeiro, mas principalmente trazer novos sócios com conhecimento e conexões no ecossistema financeiro mundial. Da mesma forma, o SoftBank não viu na nossa proposta apenas uma ação com potencial de crescimento, mas uma plataforma que gera valor para a sociedade”, afirma Menin.