Segundo o calendário da Receita Federal sobre as etapas do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF), o quarto lote da restituição será creditado a partir do dia 16 de setembro, terceira semana do mês. O pagamento varia conforme as declarações recebidas no início do ano, e funciona como um desconto compatível com as deduções fiscais inclusas no documento e que diminuem o valor pago anteriormente.

O valor ainda recebe reajuste conforme a taxa básica de juros, a Taxa Selic. Para a quarta cota será aplicada 3,08% sobre a quantia e não há nenhum tipo de imposto. Esse é o maior índice das últimas restituições creditadas em 2019, o fim dos pagamento acontece no dia 16 de dezembro, ao todo foram sete lotes.

A restituição faz parte das regras da Receita Federal, e além dos contribuintes que realizaram o pagamento do IRPF nesse ano e receberam descontos devolvidos por meio das cotas. Também foram inclusos aqueles que regularizaram sua situação com a Receita, referente aos débitos que constam entre os anos de 2008 e 2018 e têm direito ao recebimento da restituição.

A inclusão de contribuintes em cada cota depende do período em que realizou a entrega e pagamento do imposto, quanto antes fizer o processo, mas cedo recebe o benefício. Declarações emitidas até 22 de abril de 2019 serão pagas no quarto lote, para saber se faz parte da lista de contemplados basta acessar o site da Receita ou o aplicativo da mesma. Informando número de CPF e data de nascimento, a verificação é feita de forma gratuita e rápida.