Categorias: Direitos & Benefícios Últimas Notícias

Rentabilidade do FGTS tem novos índices ultrapassando poupança e taxa Selic

No fim de 2019 o rendimento do fundo de garantia pode chegar a 6,18% ao ano. Devido a distribuição de lucros que acontece esse mês.

O governo anunciou a distribuição de 100% do lucro do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) até o dia 31 de agosto, o crédito será feito na conta dos trabalhadores com saldo positivo até 31 de dezembro de 2018. O processo, diferente dos outros anos em que foram distribuídos 50%, pode render índice superior a poupança e o Tesouro Direito baseado na taxa Selic. Por meio do lucro que chegou a R$12,8 bilhões.

Nos últimos registros, a taxa Selic mostrou rentabilidade de 6% ao ano sendo a menor da história, e a poupança indica 4,2% de rendimento. Em contra partida, o FGTS pode chegar a 6,18% ao ano. Todos os meses, a partir do dia 10, o valor depositado no fundo é corrigido com base no saldo em conta e na capitalização dos juros. Para agosto a divisão dos lucros trouxe um percentual de 3,08%.

Isso significa que os trabalhadores que tinham até R$5.000 em conta, por exemplo, recebem esse mês R$154,00 por conta dos 100% de lucro creditado. Esse processo faz parte de um Medida Provisória (MP) que incluiu as modalidades de saque disponíveis para 2019 e 2020. Acrescentando o valor positivo da conta e tornando o processo mais vantajoso.

A partir de setembro é possível sacar até R$500 do fundo de garantia, de abril de 2020 em diante, os trabalhadores poderão retirar de 5% a 50% do valor total mais bônus. Especialistas em finanças, como Ricardo Teixeira atuante na coordenação de MBA na Fundação Getúlio Vargas que concedeu entrevista ao portal Exame. Acreditam que o dinheiro do FGTS deve ser sacado apenas para um bom uso, com o pagamento de dívidas ou compra de bens duráveis. A fim de usufruir da rentabilidade oferecida e poupar o dinheiro acumulado.

Na mesma entrevista, Teixeira ainda diz que existem outros fundos de investimentos mais vantajosos do que o FGTS. Como o Tesouro Direto que não utiliza a taxa Selic, mas os títulos pré fixados para 2025 que oferecem rendimento de 6,85%.

Compartilhe

Últimas Notícias

  • Finanças
  • Últimas Notícias

INSS terá que arcar com o afastamento de mulheres vítimas de violência doméstica

Segundo determinou a 6ª Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ), após divulgação feita nesta quarta-feira (18), mulheres que sofrem…

29 minutos ago
  • Renda
  • Últimas Notícias

MEI proporciona adesão de crédito para investimento na empresa

O Brasil tem hoje, cerca de 8 milhões de cadastros como Micro Empreendedor Individual (MEI), empreendedores que têm ganho anual de…

23 horas ago
  • Direitos & Benefícios
  • Últimas Notícias

13° salário do Bolsa Família não foi mais pauta nos pronunciamentos do governo

Em abril deste ano, o governo federal anunciou que faria o pagamento do 13 salário sobre o benefício do Bolsa Família. Um marco…

23 horas ago
  • Renda
  • Últimas Notícias

Financiamento imobiliário com taxa IPCA surge como proposta do Bradesco e Itaú

Depois da Caixa Econômica Federal anunciar a nova modalidade de crédito imobiliário, usando a inflação do Índice Nacional de Preço ao Consumidor Amplo…

23 horas ago
  • Últimas Notícias

Nova regra do salário mínimo afetaria 34 milhões de segurados do INSS

Caso seja aprovado nos próximos meses o congelamento do salário mínimo, conforme estuda a equipe econômica do atual do governo, pelo…

23 horas ago
  • Finanças
  • Últimas Notícias

Equipe econômica do país tem data para aprovação da reforma tributária

O ministro da Economia, Paulo Guedes, comunicou nesta terça-feira (17) que o governo prevê a aprovação e implementação da reforma tributária para o fim…

23 horas ago