1

Montagem de uma pequena indústria de Produtos de Limpeza

Nos dias atuais verifica-se uma procura acentuada pelos produtos de limpeza usados principalmente em casa. Para iniciar uma pequena indústria de material de limpeza, num mercado onde atuam desde os grandes produtores até indústrias caseiras que dominam certas faixas de consumo, é importante que o empreendedor tenha conhecimento das técnicas de produção bem como o mercado onde vai atuar e qual faixa de consumidor pretende atingir.

A pequena empresa é vista como a saída para aqueles que querem trocar as amarras do trabalho assalariado pela da autorrealização e do sucesso conquistado por meio do próprio esforço.

As técnicas apresentadas neste caderno representam um roteiro, uma espécie de moldura em que cada um terá, necessariamente, que colocar o seu talento, sua competência e, sobretudo, sua dedicação para o desenvolvimento do seu empreendimento. Saber conviver com o risco e tirar proveito das oportunidades são as características necessárias para a atividade empresarial.

Muitos motivos estimulam as pessoas e abrir um negócio próprio. Os mais comuns são: vontade de ser independente, ser o patrão em vez de empregado, ganhar dinheiro, realizar outras aspirações, além daquelas que lhe permitia a condição de empregado, mostrar sua competência, sua capacidade de abrir e manter um negócio e trabalhar e tirar férias quando quiser.

Ser empresário exige sempre sacrifícios que muitos não estão dispostos a fazer. Entre alguns desses, estão os seguintes: a maioria trabalha de 12 a 15 horas diárias em seu negócio, em vez de oito horas, como empregado; raramente tiram férias e, quando o fazem, é por poucos dias, mas não esquecem o telefone só para saber como vão as coisas em seu negócio.

Às vezes envolvem-se tanto com a empresa que diminui o tempo disponível para a família; sua tão desejada independência torna-se relativa, quando se observa a dependência aos fornecedores, bancos, clientes, funcionários, governo, etc. O patrimônio pessoal do empreendedor fica comprometido com as operações do novo negócio e, talvez, até vinculado como garantia de algum empréstimo tomado pela empresa. A vontade de ganhar muito dinheiro pode esbarrar num obstáculo definitivo: competência.

A intenção apenas não é suficiente – é necessário que o empresário demonstre a capacidade de gerir seu negócio. Entretanto, mais e mais pessoas, no Brasil e no mundo, desejam tornar-se empreendedoras. Quando esse desejo é acompanhado de uma decisão amadurecida e consistente, é uma manifestação saudável de vitalidade e renovação da sociedade e um passo importante para a satisfação de uma necessidade pessoal.

Montar uma pequena indústria de produtos de limpeza, geralmente é associada à ideia de criação de um negócio por meio de capital pessoal. Sua administração requer qualidades de empreendedor desde a montagem e a organização da produção, tendo em vista vender os produtos com custos competitivos.

Uma pequena empresa de produção de saneantes não deve competir no segmento do mercado representado pelas donas de casa que são fiéis às marcas tradicionais,  principalmente sob a influência dos meios de comunicação. Portanto, deve atuar no mercado onde as características básicas são o consumo em massa e as vendas possam ser feitas a granel, ou em embalagens de grande capacidade como condomínios, bares, restaurantes, hospitais, indústrias, repartições públicas, lanchonetes e estabelecimentos comerciais em geral.

Os produtos devem ser feitos como a qualidade recomenda ou superando padrões estabelecidos. A regra básica é buscar sempre novas técnicas de produção que possam melhorar o produto final de sua empresa. É importante o planejamento e monitoramento sistemáticos da produção, características essenciais da efetiva organização dos negócios de uma empresa por menor que seja.

Para montagem de uma pequena indústria de produtos de limpeza, recomenda-se a procura de empresas especializadas na fabricação de equipamentos e instalações. Inclusive algumas distribuem as técnicas básicas de produção, e matéria-prima necessária a sua fabricação.

Alguns equipamentos também podem ser adaptados para uso nas indústrias caseiras como bombonas e remo de plástico (que serve como misturador) e pode ser usado para produção de detergentes, desinfetantes, amaciantes, água sanitária e outros.

Bombona de 200 litros com um remo de plástico

Bombona de 200 litros com um remo de plástico

O local de funcionamento de uma pequena indústria de produtos de limpeza deve ter  condições físicas, higiênico-sanitárias e técnicas e acesso à água potável, isenta de sais minerais e micro-organismos. O reservatório de água deverá ser mantido tampado, limpo e esgotado periodicamente, evitando possibilidade de proliferação de insetos prejudiciais à saúde.

O local deve ser aprovado pelo órgão estadual responsável, e sugere-se que deva ser dividido em setores ou áreas, tais como: administração, depósitos de armazenagem de matéria-prima e embalagem, lavagem de embalagens, produção, armazenagem do produto acabado, controle de qualidade e expedição. A seguir é mostrado um desenho básico com os diversos setores para montagem de pequena indústria de produtos de limpeza.

Lay-out (100 m² – área industrial)

Layout área industrial

Obs.: O depósito de hipoclorito deve ter tubulação de PVC para deixar escapar o gás para fora da fábrica.

Os setores mostrados no desenho deverão apresentar as seguintes condições:

Setor da Administração: deve ser um local de fácil acesso para vendas, constituído de sala para recepção de clientes, secretaria e salas para setor de contabilidade e diretoria equipadas com fone/fax, computadores e impressora.

Almoxarifado de matéria-prima e embalagens: deve ser de fácil acesso para recepção das matérias-primas e embalagens, com iluminação e ventilação adequadas.

Área de lavagem de embalagens: deve ter tanques para lavagem e secagem das embalagens em dimensões adequadas. O piso e paredes deverão ser de materiais resistentes, impermeáveis e de fácil limpeza. O ambiente deve ter boa iluminação e ventilação adequada.

Área de produção: deve ter trânsito fácil, piso impermeável, antiderrapante, que atenda às exigências de higiene sanitária. O local deve ser arejado e com exaustores. As paredes e o teto deverão ser revestidos de material impermeável, resistente, de fácil limpeza e de cor clara. A iluminação deverá ser adequada ao ambiente. Os equipamentos deverão ser em número suficiente e adequado a que se propõem, de material resistente, lavável e instalado de maneira ordenada. Sugere-se que as tubulações de água e gás sejam aparentes para facilitar a manutenção.

Laboratório de controle de qualidade: deve ser dirigido por um químico devidamente registrado no Conselho Regional, que será responsável para efetuar as análises químicas da matéria-prima e do produto acabado, para que tenha credibilidade no mercado. Esse setor deverá ter uma área mínima de 15 m² para o bom andamento das análises e estar aparelhado com capela de exaustão, equipamentos e vidraria adequados. O piso, teto e paredes deverão ser de material impermeável, resistente e de fácil limpeza. O ambiente deverá ter boa iluminação e ventilação adequada.

Laboratório de controle de qualidade

Laboratório de controle de qualidade 

■ Os funcionários deverão trabalhar devidamente paramentados (com avental, gorro, luvas e calçado fechado). O uso de máscaras contra gases é importante e necessário quando a matéria-prima é tóxica e/ou volátil.

■ O produto acabado deve ser armazenado em ambiente com ventilação e protegidos da luz, do calor e da umidade, embalado em recipiente adequado, rotulado segundo a legislação vigente e armazenado em prateleiras ou estrados de madeira, em local de fácil acesso.

■ Área de expedição deve ser localizada de modo a facilitar a distribuição do produto acabado que deverá estar devidamente embalado, rotulado e disposto de maneira ordenada quanto à data de fabricação. Quando encaixados, as caixas deverão estar em prateleiras ou estrados protegidos da luz, calor e umidade.

Manuseio da matéria-prima

A matéria-prima dos produtos de limpeza são substâncias químicas com um certo grau de periculosidade, portanto o manuseio dessas substâncias exige um cuidado redobrado para não causar sérios danos à saúde. Assim, evite alimentar-se no local de produção, cheirar e tocar os produtos químicos. Trabalhe sempre protegido com botas de borracha, luvas de proteção, máscara de segurança contra gases (os ácidos fortes liberam gases e elevam a temperatura quando diluídos com água) e avental de proteção.

Os cestos de lixo devem ser distribuídos estrategicamente pelo ambiente. Jamais jogue materiais sólidos nas pias e ralos. Trabalhe os líquidos voláteis em capela com sistema de exaustão. Tenha sempre a mão material de primeiros socorros, e caso ocorra algum acidente grave, procure imediatamente a assistência médica.

Proteção Coletiva

Para proteção coletiva são necessários treinamentos periódicos contra incêndios e a liberação de gases tóxicos. Os extintores de incêndio devem estar localizados em pontos estratégicos e serem revisados periodicamente.

Resumo da Lição
  • Existem importantes recomendações sobre a montagem de pequena indústria de produtos de limpeza.
  • O local de funcionamento de uma pequena indústria de produtos de limpeza deve ter condições físicas, higiênico-sanitárias e técnicas e acesso à água potável.
  • Os principais setores de uma pequena indústria de produtos de limpeza são: setor administrativo, almoxarifado, área de lavagem de embalagens, área de produção e laboratório de controle qualidade.
  • Os funcionários deverão trabalhar devidamente protegidos.
  • A matéria-prima dos produtos de limpeza são sustâncias químicas com certo grau de periculosidade.
  • O produto acabado deve ser armazenado em ambiente com ventilação e protegidos da luz, do calor e da umidade.
  • A área de expedição deve ser localizada de modo a facilitar a distribuição do produto acabado.

O produto acabado só passará para a área de expedição após a análise e liberação do controle de qualidade.

Quais as características que definem o perfil do empreendedor?

Em qual segmento do mercado deve competir uma pequena empresa de saneantes?

Quais as funções do laboratório de controle de qualidade?